Ocorreu um erro neste gadget

pesquise sua duvida sobre Desbravadores aqui:

Carregando...

quarta-feira, 21 de abril de 2010

RESUMO DO MANUAL DE ORDEM UNIDA PARA O CLUBE DE DESBRAVADORES

A Ordem Unida dos Desbravadores, segue no Brasil, as orientações de, Ordem Unida e Marcha do Exército Brasileiro.
Este material visa oferecer de forma simplificada, em linguagem atualizada, um resumo, do compêndio de Ordem Unida do Exército Brasileiro, já adaptado ao Clube.
Os desbravadores agradecem a tantos outros, que no passado, se dedicaram a escrever, material semelhante a este, que em seu tempo, foram de grande valia. O último, foi escrito pelo Pr. Edilson Valiante, no Manual de Cerimonias, Fogueiras, e Ordem Unida, dos Desbravadores.


1.OBJETIVOS DA ORDEM UNIDA

Dentre outros, destacamos três objetivos principais:

• O próprio desdobramento da palavra resume os principais objetivos da ordem unida: ORDEM= Ordem e Disciplina / UNIDA= União e Conjunto.
• Proporcionar meios que permitam os desbravadores serem comandados, se deslocarem e até mesmo se apresentarem, com ordem, disciplina e beleza.
• Permitir aos desbravadores, participação em desfiles e paradas, como instrumentos de testemunho e apresentação pública.

2.O QUE A ORDEM UNIDA NÃO É

• Meio de ministrar aos desbravadores, atividades militares.
• Instrumento ditatorial e de rudeza, à disposição de seus instrutores.
• Meio de humilhar o desbravador ou exigir dele mais do que atenção, dedicação e disciplina.

3.DICAS PARA O INSTRUTOR(A)
Seguem 12 dicas práticas para o Instrutor ou Instrutora de Ordem Unida e Marcha:

• Usar voz firme, porém respeitosa.
• Desenvolver ambiente de amizade e cooperação.
• A atenção e concentração, são responsáveis pela boa execução dos comandos. Mas o desbravador não deve ter que suportar mais de 30 minutos em rígida atenção e concentração. Quando for necessário longos ensaios, deve haver intervalos e momentos de menor concentração.
• Todo comando deve ser executado, no exato instante, da enfática entonação da sílaba tônica da palavra de ordem.
• O uso de apitos ou cornetas, requer maior tempo de ensaio e nível de atenção. Os comandos básicas têm definições de 'silver' (som emitido pelo apito) pré estabelecidos, para os apitos. E com a corneta, baseamos em toques semelhantes aos do exército brasileiro.
• O Clube de Desbravadores não aprova o uso de castigos (como o famoso 'Paga Dez')para desbravadores que errem na execução dos comandos.
• A diferença de idade entre Desbravadores do mesmo grupo (pelotão); dificulta a execução da Ordem Unida. Se este problema for detectado, a solução é: Os maiores seguem o limite de passos e braços dos menores.
• O tom de voz gritado não ajuda a conseguir obediência. Tom de voz alto, claro e bem direcionado, alcança melhores resultados.
• Os desbravadores são voluntários, e devem ser respeitados com tal.
• Cuidado com brincadeiras e gracejos na hora de exercer comando. Mantenha no entanto, ambiente agradável.
• O Instrutor deve ser o que melhor sabe executar.
• Ordem Unida é detalhe. Nisto consiste o seu maior segredo.

4.VALORES BÁSICOS

Os quatro pilares básicos da Ordem Unida no Clube, são:

• MORAL: Pela determinação em atender aos comandos, superando muitas vezes até mesmo, necessidades físicas, com honestidade e domínio próprio.
• DISCIPLINA: Pela presteza e atenção com que obedecem os comandos.
• ESPÍRITO DE UNIDADE: Pela apresentação do grupo e uniformidade, na prática dos exercícios de execução coletiva.
• EFICIÊNCIA: Pela exatidão nas execuções.

5.OS 20 TERMOS MAIS COMUNS

À VONTADE- Comando que possibilita os desbravadores se mexerem, e relaxarem o posicionamento, sem no entanto saírem do lugar. O pé esquerdo pode ser usado como marcação de posicionamento.

ALINHAMENTO- É a disposição de vários desbravadores, enfileirados em uma mesma linha ou direção lateral.

CAUDA- É o desbravador ao fim de cada coluna.

CERRA-FILA- Nome que se dá ao desbravador, colocado à retaguarda, que encerra uma fileira.

COBERTURA- Disposição de vários desbravadores, voltados para a mesma direção, de modo que um fique exatamente atrás do outro.

COBRIR- Ordem que se dá para que todos, estendam o braço, e acertem seu alinhamento, frontal e lateral. Levando em consideração à base.

COLUNA- Quando os desbravadores estão um atrás do outro, independente da distância, sem intervalo entre blocos ou grupos.

COLUNA POR ...- (Por 1, 2, 3, etc) O número a frente da palavra coluna, indica a quantidade de colunas que se quer, na formação do grupo. Normalmente separamos as colunas por: a) Sexo e tamanho. Sendo os maiores à frente. B) Por unidades; sendo o Capitão da Unidade à frente.

DISTÂNCIA- É o espaço entre os elementos do grupo. A distância média entre desbravadores em forma, deve ser de 80 cm, medido pelo braço esquerdo estendido à frente, tocando com a ponta dos dedos, o ombro do companheiro. Para as testas de fileira (1º de cada coluna), o braço esquerdo, deve ser estendido para o lado esquerdo, até o ombro do companheiro; exceto para a extrema esquerda, que permanece em posição de 'sentido'. (Para melhor compreensão, veja na letra 'H', a explicação de Homem-Base)

EM FORMA- Desbravadores dispostos em posicionamento de Ordem Unida ou Marcha.. Alinhados, em forma e sob comando.

FILEIRA- É a soma de colunas , alinhadas, eqüidistantes e com todos olhando em um ponto a frente.. (sugerimos olhar a nuca do companheiro da frente)

FORA DE FORMA- Comando para que os Desbravadores saiam de forma, e deixem de estar sob comando de Ordem Unida ou Marcha.

FORMAÇÃO- Termo usado para o processo de entrar em forma.

FRENTE- Nome que se aplica ao início de cada Coluna ou Fileira. Direção em que está a 'Testa' da Coluna ou Fileira..

HOMEM-BASE- É o desbravador que regula o grupo, quanto ao posicionamento e quanto a marcha. Em uma coluna, o Homem-Base, é o da 'testa' da coluna ou fileira, designado como Homem-Base ou Coluna-Base, ou ainda Unidade-Base. Pode ser ao centro, à esquerda, ou à direita. O Homem-Base também cobre, esticando a mão à sua esquerda Quando não for designado, a base será naturalmente o da direita.

INTERVALO- Espaço entre desbravadores, fileiras ou unidades, de uma mesma formação. O intervalo normal é de 80cm, e mede-se por um braço estendido. Intervalo reduzido, é de uma distância média de 25cm, e mede-se pelo braço curvado, com o punho fechado, colocado à cintura. Dispositivo usado para distanciamento lateral.

LINHA- Quando os desbravadores estão dispostos um ao lado do outro. Fileira refere-se a profundidade e linha a vista lateral, de um mesmo grupo.

PELOTÃO- Modo Militar de chamar o grupo em forma. Não aconselhamos o uso deste nome, preferimos que use referências como: 'Agrupamento', 'Grupo' ou 'Clube'. Ou ainda um nome que identifique o grupo: Clube, Unidade, Desbravadores, Paulistana, etc.

PROFUNDIDADE- Espaço e desbravadores posicionados entre a testa e a cauda, o começo e o fim de uma coluna ou fileira.

TESTA- É o desbravador à frente de cada coluna. A soma da testa de cada coluna, forma a testa da fileira e do agrupamento.

6.MEIOS DE COMANDO

Há quatro meios, que podem ser usados para comandar, em Ordem Unida ou Marchas:

• Voz
• Apito
• Corneta
• Gesto

6.1.COMANDOS DE VOZ

Está dividido em três partes:

• Voz de Advertência (Chamando a atenção do grupo)
• Voz de Comando (O comando em si - ex. Direita, Esquerda, etc.)
• Voz de Execução (Volver, Marche, ou a sílaba tônica enfatizada)

Entre a voz de comando, e a execução, deve-se dar pequena pausa, para assimilação do comando.
Ao dar o comando, o Instrutor ou Diretor, deverá estar olhando para o Clube, e de Preferência na frente do grupo. O instrutor deve estar em local visível a todo o Grupo. Em marcha o posicionamento é a frente do Grupo.

6.2.COMANDOS POR APITO

O comando por apito, se dá com o uso de silvos longos para advertência e silvos curtos para a execução. É usado principalmente para comandos de Marcha.

ATENÇÃO- Um silvo longo.
Nota: Silvo= Som que sai do apito.

ORDINÁRIO, MARCHE- Um silvo longo, acompanhado de outro curto. (A execução é no silvo curto)
Nota: O termo Ordinário: Refere-se ao tipo de passo; que pode ser, ordinário ou acelerado.

ALTO- O mesmo tipo de silvo de Ordinário Marche.

APRESSAR PASSO- Silvos curtos e repetidos.

SEM CADÊCIA- Dois silvos curtos.

PASSO DE ESTRADA (Passo livre)- Três silvos longos.

Outros comandos poderão ser combinados com o Clube.

Pode ser combinado ainda para fins de exibição, Marcha com Evolução, e outras execuções combinadas por tempo ou número de passos.

6.3.COMANDOS COM CORNETA

Os principais toques que usamos, sãos baseados nos toques das Forças Armadas. (Cof. Manual FA 13). O Clube pode ainda combinar toques específicos.

6.4.COMANDOS POR GESTO

O comando por gesto, é usado principalmente para comandos de Marcha e para Reunir o grupo.

ATENÇÃO- Com o braço direito levantado verticalmente, com mão espalmada, e a palma para a frente. Este deve ser o início de qualquer comando por gesto.

ALTO- A partir do 'Atenção', abaixa-se à mão direita, à altura do ombro, e com a palma da mão para a frente, erguendo em seguida o braço à posição de Atenção.

APRESSAR O PASSO- Semelhante ao Diminuir o Passo, mas com o punho fechado.

DIMINUIR O PASSO- A partir de Atenção, baixar lentamente o braço, com a palma da mão para o solo, até altura do ombro; e retornar a posição de Atenção. Repetir o gesto, algumas vezes.

DIREÇÃO À DIREITA (ou ESQUERDA)- A partir do gesto de atenção, baixar o braço até a altura do ombro, e girar lentamente para a direção a ser seguida (direita, ou esquerda); acompanhando com o movimento do próprio corpo na conversão. Quando estiver na direção desejada, elevar vivamente o braço, e estendê-lo na direção definitiva.

EM FORMA- A partir de Atenção, girar o braço no ar, fazendo círculos acima da cabeça. E a seguir, baixá-lo na direção a ser seguida na marcha, ou que o grupo deverá posicionar sua frente.

EM FRENTE, MARCHE- A partir do comando de 'Atenção', abaixa-se o braço à frente, com a palma da mão voltada para o solo, até a altura do ombro; e retorna o braço ao alto, em 'Atenção'.

COLUNA POR ... (1, 2 OU 3, etc)- Na posição de atenção, manter a mão formando com os dedos, o número de colunas que se deseja.

7.PASSOS DE MARCHA

CADÊNCIA- Refere-se à quantidade de passos dados por compasso. Podendo ser em passo ordinário ou acelerado.

MARCHE- Palavra usada como Voz de Execução, para os comandos de marcha. Pode ser precedido pelo tipo de passo (Ordinário ou Acelerado ou Sem Cadência ou Passo de Estrada) ou ainda pela direção a seguir (em direção a ... Direita ou Esquerda)

PASSO SEM CADÊNCIA- Termo usado, para indicar que o desbravador não deve fazer marcação com o bater dos pés ao marchar. No entanto, conserva-se a distância, o alinhamento e o movimento.

PASSO DE ESTRADA- Permite liberdade de passo, devendo apenas ser observado seu lugar na marcha, e a regularidade.

PASSO ACELERADO- Passos longos e em ritmo acelerado.

PASSO ORDINÁRIO- Passos e ritmos normais de marcha. Os passos devem ser de 75cm de extenção, à 116 passos por minuto, e as mãos se deslocam a cerca de 30 cm da coxa, enfatizando igual e fortemente a batida para os dois pés. O primeiro passo é de cerca de 40cm e sempre com o pé esquerdo.

8.OUTROS COMANDOS DE MARCHA

Existem outros valores a serem observados na marcha.

ROMPIMENTO DE MARCHA- O início da marcha é chamado de rompimento de marcha, e deve ser feito sempre com o pé esquerdo. A cadência dos pés, deve ter ênfase igual nos dois pés.

MOVIMENTO DE MARCHA- Deve ser feito com o elevar do pé à frente, e deixar o pé cair naturalmente. Os dois pés devem ser batidos com igual intensidade; e com as mãos espalmadas os braços devem se movimentar com cadência marcada, em movimentos acentuando levemente ao modo natural de andar.

ALTO- Deve ser usado uma voz de advertência antes, pois Alto, é a Voz de Execução. Preferencialmente o comando Alto é dado no pé esquerdo. Porém, independente do pé em marcha, quando o comando for dado no Passo Ordinário ou em Marcar Passo, conta-se dois passos a partir do pé direito; 1o-direito, 2o-esquerdo, e une-se os pés, levando o direito com energia, junto ao esquerdo, e as palmas das mãos batidas contra as coxas. A posição seguinte é Sentido. Quando o grupo estiver em Passo de Estrada, se comada: Sem Cadência, Marche; para depois proceder o alto, em passo ordinário e sem cadência. Se o grupo estiver em Passo Acelerado, se comanda alto quando o grupo estiver no pé esquerdo, e após o comando, o grupo dá ainda mais quatro passos, e ajunta o pé direito em posição de sentido, com forte energia.

MARCAR PASSO- Seguindo as cadências do passo ordinário, e executando-se com a mesma forma que o Alto, até o bater dos calcanhares, e palmas das mãos. Deve ter curta duração, e os pés são levemente erguidos do chão. Os braços se posicionam ao lado do corpo sem movimento. O término do marcar passo, é executado com o pé esquerdo. O rompimento do marcar passo, pode ser dado por Alto, ou em Frente Marche.

EM FRENTE- Deve ser orientado, sempre com o pé esquerdo no chão. A seguir se bate o pé direito, e na vez do pé esquerdo se inicia a marcha, batendo-o à frente.

ACERTE O PASSO- Serve para corrigir o passo e a cadência. Deve ser imperceptível ao público e pode ser executado de duas formas: Discreta e rapidamente parando e recomeçando a marcha; ou melhor ainda, batendo a ponta do pé que está no alto, ao chão, junto do outro calcanhar, rapidamente, repetindo o passo seguinte com o mesmo pé que estava no chão.

MARCHA COM FANFARRA- o Bombo deve ser batido com o bater do pé direito. Se ensaiado, pode-se romper marcha logo após o bater do Bombo, em conjunto com os repiques, e quando o Bombo voltar a bater, o grupo estará exatamente no pé direito. Outra opção, é o Bombo esperar o início da Marcha, e entrar quando o Grupo, estiver batendo o pé direito no chão.

9.VOLTAS EM MARCHA

DIREITA (ESQUERDA OU MEIA VOLTA) VOLVER- Comando dado no bater do pé igual a direção pretendida, e executado por todo o grupo ao mesmo tempo; girando o corpo de acordo com o comando, na sola do pé contrário a direção a ser seguida, sendo o próximo passo, com o pé que estiver à frente, como se fosse o contra-pé, com o corpo já na nova direção, continua-se em frente. A Meia Volta, é sempre feita pela esquerda.

OITAVO À ... (Direita ou Esquerda) MARCHE- Semelhante ao comando de direção, porém a volta é de apenas 45º, que equivale a um oitavo de volta.

EM DIREÇÃO À ... (Direita ou Esquerda) VOLVER- O Grupo executa a partir da testa das fileiras, uma espécie de arco, sendo Homem-Base, o que estiver na extremidade da testa, do lado a ser direcionado. Este marca passo, e a partir dos próximos o passo vai se tornando mais longo, ate que a extremidade contrária, seja o passo mais longo de toda a testa. Quando o grupo estiver na direção desejada, deve-se então comandar: Em Frente, Marche!

OLHAR A .... (Esquerda ou Direita)- É executado a partir do bater do pé esquerdo no solo. O diretor do grupo, pode se posicionar com Posição para Saudação. O movimento consiste de permanecer marchando em frente, enquanto se vira a cabeça cerca de 45º na direção orientada. Sendo que a Testa da Coluna-Base, não executa. O comando termina com a ordem: Olhar, Frente.

OBSTÁCULO EM MEIO A MARCHA- Quando o grupo em marcha se depara com algum obstáculo, que o impeça prosseguir na direção em marcha, o grupo passa a Marcar Passo, até que outra Voz de Comando seja dada, para que se contorne o obstáculo.
(Número: 1, 3, 5, etc.) PASSOS A FRENTE, MARCHE- Usado para deslocamentos curtos. Se orienta certo número de passos à frente, ou laterais, seguido do comando: Marche.. Devem ser ordenados sempre passos em número ímpar.

10.ORDEM UNIDA A PÉ FIRME (PARADOS)

A Ordem Unida, caracteriza-se pelo grupo estar parado, a pé firme, em posição disciplinadamente igual. As principais posições de Ordem Unida para os desbravadores são:

SENTIDO- Voz de comando: 'Sentido'. O desbravador fica imóvel, em silêncio, olhando ponto à frente, os calcanhares se unem, com o bater do calcanhar direito e as mãos batidas na coxa. As pontas dos pés abertas em 45º , as mãos espalmadas, na altura das coxas, mantendo os braços levemente dobrados, com os cotovelos na direção do corpo, retos. Busto aprumado e cabeça e ombros erguidos, Esta posição é a base de todas as outras na Ordem Unida.

DESCANSAR- Voz de comando: 'Descansar'. Este comando só pode ser dado a partir da posição Sentido, e para sair dele a posição volta a ser Sentido. Com o mover e bater do pé esquerdo para o lado, mantendo o corpo confortavelmente distribuído entre os dois pés distanciados cerca de 30 cm. Simultaneamente, a mão esquerda segura a mão direita espalmada, em posição confortável (diferenciamos do exército nesta posição; por não ser confortável, e nem compatível com os desbravadores, o símbolo de combate, da mão fechada, usado pelo exército para o Descansar). O desbravador permanece em silêncio e em forma. Esta é a posição usada para entrar em forma. As mulheres podem obedecer menor abertura das pernas.

À VONTADE- Voz de Comando: 'À Vontade'. A partir da posição Descansar, Mantendo a posição, e em forma; permite o desbravador ficar a vontade, podendo falar e se mexer, mantendo a posição do pé direito como base.

FRENTE PARA... (A RETAGUARDA, A DIREITA ou A ESQUERDA)- Voz de Comando: 'Frente para a Retaguarda'. Com o grupo em Descansar, após o comando, todos dão um pulo, fazendo um giro no ar de Meia Volta, e dando um grito característico, conforme designado pelo comando (ex.: Rei ou Rá), sem no entanto, deixarem a posição Descansar.

EM FORMA- Voz de Comando: 'Em Forma'. Rapidamente os desbravadores se deslocam para o seu lugar, e se posicionam em Descansar. Ficam dispostos em posicionamento de Ordem Unida ou Marcha.. Alinhados e sob comando. Quando o grupo já está em forma, o desbravador deve, após a saudação Maranata, pedir permissão para o Instrutor, para entrar em forma. Entra-se em forma a partir Cauda (retaguarda), até sua posição no grupo. Os que estiverem atrás se adeqüam, afastando-se uma posição. Todos devem estar em posição: 'Descansar'. O desbravador se posiciona, Cobre e Firme, e se põe em Descansar.

FORA DE FORMA- Voz de Comando: 'Fora de Forma; Marche'. Para que saiam de Forma. O desbravador bate fortemente seu pé esquerdo no chão, à frente, como no 'Rompimento de Marcha'; levando a mão direita ao ar. Pode-se combinar um grito característico. (ex.: Com o grito de Desbravadores; Fora de Forma, Marche - E o grupo grita: Desbravadores)

PARA O VOTO; POSIÇÃO- Não usamos o Apresentar Armas. Em lugar disto, usamos posição para o Voto, ou ainda, quando fora do uso do Voto, se queira saudar, por exemplo, uma Autoridade: Para Saudação; Posição. A partir da posição Sentido. O desbravador levanta sua mão direita, à frente, rente ao corpo, até a altura do ombro, com a palma da mão para a frente, os dedos unidos, e o dedão cruzando a palma da mão. (Que significa Maranata; e os quatro dedos, são os quatro 'A' da palavra Maranata: Amar, Anunciar, Apressar e Aguardar a Volta de Cristo). Sendo a Contra-Ordem: Firme.

FORMAÇÃO EM COLUNA- Voz de Comando: ''Coluna Por... (No. de Colunas Desejado)'. A Testa (já explicado à cima), deverá ter o número de Desbravadores solicitados, para as colunas. Normalmente, os mais altos, ficam à frente, e quem entra em forma, o faz pela cauda da coluna.

FORMAÇÃO PARA INSPEÇÃO- Nesta formação, o espaço entre desbravadores dobra (para cerca de dois passos).

COBRIR- Voz de Comando: 'Cobrir'. A partir da posição Sentido, a contra-ordem é 'Firme'; que faz voltar em sentido. Se o comando for dado em outra posição, os desbravadores fazem Sentido, seguido de Cobrir. Esta ordem se dá para que todos, estendam o braço, e acertem seu alinhamento, frontal e lateral. A distância média entre desbravadores, deve ser de 80 cm, medido pelo braço esquerdo estendido à frente, com a palma da mão para baixo, tocando com a ponta dos dedos, o ombro do companheiro. Para as testas de coluna (1º de cada coluna), o braço esquerdo, deve ser estendido para o lado esquerdo, até o ombro do companheiro, e o acerto de posicionamento lateral, pode provocar mover para a esquerda; o desbravador da extrema esquerda, permanece em posição de 'sentido'. No alinhamento correto, quando se olha o grupo, só se pode ver o desbravador imediatamente à frente. Pode-se optar por: Sem Intervalo, Cobrir! E os Testas cobrem sem Intervalo.

PERFILAR- Partindo do 'Descansar' e estando o grupo em linha (Testa maior que a Profundidade), para retificar o seu alinhamento, será dado o comando: "COM BASE NO DESBRAVADOR TAL, PELA DIREITA (ou Pela Esquerda, ou Pelo Centro);

PERFILAR!" Após enunciar: "Base Tal Desbravador"- o comando dá uma pausa, para que o Desbravador se identifique dizendo alta e energicamente seu nome, e erguendo seu braço direito; a seguir o comando continua: "Pela Direita" (Centro ou Esquerda)- e dá nova pausa, para que o grupo tome posição de 'Sentido'; e só então o comando completa: "Perfilar!". <<>>
A execução se faz com toda a Testa e a Coluna do Homem-Base, posicionando-se em Cobrir, e ao mesmo tempo, todos os que não da Coluna-Base voltarão vivamente seu rosto, na direção do desbravador da Coluna-Base que estiver em sua mesma linha. E corrigirão sua distância e intervalos, mesmo que sem erguer o braço. Pode-se optar por Sem Intervalo Pela Direita (Esquerda ou Centro), o que seguirá o procedimento de Sem Intervalo, para o cobrir da Testa. A Contra-Ordem é: "Firme".

SEM INTERVALO- Este comando serve para Cobrir ou Perfilar e indica que a cobertura lateral, diminui de 80cm. Para 25cm. Os Testas cobrem com o braço esquerdo dobrado, na altura da cintura, com a mão fechada. Na profundidade a cobertura permanece sem alteração, com o braço esticado. A Contra-Ordem é: Firme!

RETOMAR OS ITERVALOS- Para retomar os Intervalos deve ser comandado: Com Intervalo, Cobrir! Ou: Com Base no Desbravador Tal, Pela Direita (Esquerda ou Centro), Perfilar!

DIREITA (ESQUERDA OU MEIA VOLTA); VOLVER- Usando o calcanhar do lado comandado como apoio, para fazer o pião, e impulsionado pela ponta do outro pé, gira o corpo de acordo com o comando, na direção a ser seguida, sendo a próxima posição, Sentido. A Meia Volta é sempre pela Esquerda.

OITAVO À ... (Direita ou Esquerda); VOLVER- Semelhante ao comando de Direção (Direita, etc.) Só que com rotação de 45º.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI